Asiático, mais profissional

U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 4.1: Racismo]

2020.10.26 09:25 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 4.1: Racismo]

Olá amigos!
Nestes capítulos que se seguem vamos falar das duas catástrofes que ameaçam destruir o UK como o conhecemos: o double whammy, o espectacular 1-2 do Mike Tyson que são o Brexit e o Covid. Vamos tratar temas um bocadinho controversos, portanto conto levar muito flak por causa destes posts. No entanto faz parte da história e da experiência, por isso é o que é. Só prometo que não digo nada que não consiga defender, e que mudarei de ideias quando confrontado com factos que me contradigam.

TL;DR

Uma nota sobre racismo/xenofobia

Parafraseando o John Oliver: se achas que o mundo [da internet] não é muito diferente para as mulheres e minorias, parabéns pela tua pila branca [1].
Eu vou dedicar brevemente um capítulo às diferenças culturais interessantes que encontrei neste percurso recente, mas uma questão que vi ser levantada várias vezes quando vim foi a do racismo. Em particular, o potencial de eu vir a ser alvo de alguma discriminação no calor do Brexit. Talvez seja melhor deixar já os traços gerais da minha opinião para que fique claro no futuro.
Eu acredito que o racismo e, mais geralmente, a discriminação com base na nacionalidade, religião, identidade de género, etc etc etc etc, é um problema que existe. O racismo é, aliás, um fenómeno muito bem documentado no UK [2,3]. Particularmente chocantes para mim foram os ataques a estudantes asiáticos que usavam máscara no início do covid [4]. Escusado será dizer que acredito também que o racismo é inescusável, e que não tem lugar na sociedade moderna.
Acredito também que é algo perpetrado principalmente por pessoas deseducadas, desprovidas de muitas bênçãos que nós (pessoas civilizadas) temos e, provavelmente acima de tudo, que vivem vidas suficientemente difíceis para irem nessa conversa. Também acredito que o problema do racismo no UK não é cultural, mas sim político. O racismo é usado como arma de arremesso e como combustível na caldeira de comboios como o Brexit. Não se iludam ao ponto de achar que as pessoas são racistas porque são racistas; são racistas porque não sabem melhor.
Na altura em que me mudei estava, como agora, muito em voga a questão do racismo e da potencial vitimização da qual um novo imigrante poderia ser alvo. Eu nunca me senti prejudicado ou tratado de forma diferente que não benéfica por ser estrangeiro. Nunca ninguém foi desagradável de modo nenhum para mim, nunca ninguém usou qualquer tipo de calão racial para se referir a mim à minha frente, e não me senti alvo de nenhuma discriminação. Muito pelo contrário: os ingleses com quem convivo receberam-me de braços abertos na sua casa (às vezes literalmente), mostram interesse na minha cultura como eu mostro na deles, e cultivam um ambiente acolhedor. Isto estende-se às comunidades UK que existem no reddit, como o /CasualUK, o /CarTalkUK, o /LegalAdviceUK e até o menos acolhedor /UnitedKingdom.
Isto não significa que o racismo não exista, apenas que eu não o experimentei. A minha experiência é muito positiva, acredito que em parte porque:
Isto não significa que eu me acho um bad ass motherfucker intocável. Muito pelo contrário; tenho é tido muita sorte, cuidado a escolher onde vivo, onde vou, com quem me dou e, talvez mais importante, ao que presto atenção.

O imigrante, a burocracia e o racismo no sistema

Não significa também que o sistema não prejudique os novos imigrantes: como viram, encontrar casa é extremamente caro, o acesso ao crédito é muito mais difícil, etc. O nosso "histórico" é muito importante no UK: histórico de crédito para acesso a crédito, histórico de arrendamento para acesso ao arrendamento, histórico profissional para acesso a emprego.... Todas estas são questões em que o sistema inerentemente prejudica o novo imigrante: é impossível ter histórico cá quando estamos acabados de chegar. Assim, acresce às barreiras culturais e linguísticas uma barreira burocrática que acaba por actuar como uma discriminação em função da nacionalidade disfarçada de due diligence. Por outro lado, é difícil argumentar contra: os senhorios têm o direito a saber a quem estão a arrendar, os bancos a quem emprestam, as empresas quem contratam, etc.
Não sei até que ponto isto será diferente em Portugal (nunca fui imigrante em Portugal, né), mas não acredito que seja substancialmente diferente. O meu percurso académico em Portugal permitiu-me estudar e trabalhar com um largo número de pessoas que se mudaram para lá. De um modo geral, parece-me que o imigrante em Portugal beneficia de um certo "deixa andar" que nos é característico. Não têm tanta dificuldade em arrendar, e nos casos que conheço já vinham com o trabalho alinhavado. Os bancos Portugueses não parecem fazer muitas perguntas, mas limitam o crédito que concedem. Ainda assim, um novo imigrante em Portugal parece-me ter acesso mais fácil a crédito ao consumo do que nós temos aqui.
Por outro lado, um imigrante extra-comunitário em Portugal tem que lidar com o que é o flagelo da existência de qualquer emigrante em Portugal: o SEF. Eu tive muito pouca interacção directa com o SEF, tive muita interacção indirecta ajudando colegas a preparar documentos e reuniões com eles, por exemplo. O SEF é facilmente o sistema burocrático público em Portugal que conheço mais merdoso, mal gerido e prejudicial para o imigrante que conheço. Segundo entendo, o SEF está extremamente mal financiado e a sua gestão muda ao sabor do vento político. Isso resulta em coisas espectaculares como:
Enquanto imigrante no UK, só tenho coisas boas a dizer sobre o sistema britânico. Todas as interacções que tenho tido com eles são simples, pragmáticas, fáceis de entender e eficazes. Existem directivas unificadas para praticamente tudo o que precise de saber (o gov.uk é incrível). Eu vinha a contar viver um verdadeiro pesadelo burocrático por causa do brexit, mas tudo se tem tratado com muita tranquilidade; não quer dizer que não se estrague entretanto, mas para já a minha visão é extremamente positiva por comparação. Mais uma vez, esta visão é altamente pessoal: eu vim para cá com um contrato assinado, com uma letter of employment de uma empresa gigante, e com algum dinheiro para gastar.
O racismo é um hot topic e usado muito frequentemente para clickbait, por isso vou tentar que esta seja a minha última nota acerca do assunto. Se quiserem falamos informalmente nos comments.

Conclusão

Em suma parece-me mais fácil, em termos burocráticos, um tipo mudar-se para aqui do que para Portugal. O racismo por aqui é claramente um problema, mas tenho tido a sorte de não me calhar a mim; dado o local onde vivo, nem nunca conto que isso venha a ser um problema.
Decidi partir em vários posts pois notei que estavam a ficar muito longos. Por outro lado, vou tentar aumentar a cadência dos posts para 2x por semana (segundas e quintas). Digam de vossa justiça sobre o novo formato mais "compacto". Eu sei que alguns de vós preferem o formato mais longo, por isso vou tentar encontrar um equilíbrio algures entre o "impossível de ler no telemóvel" e o "curto demais para valer a pena", mantendo ao mesmo tempo um tema coeso em cada post. Esperem pelo próximo na quinta-feira!
Abraços!

Referências

submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.08 19:39 Malarazz Resultados do censo do /r/futebol 2020

Introdução
Primeiramente, obrigado a todos que responderam o censo! Tivemos 371 respostas esse ano, comparado com 68 em 2018.
Essa thread vai ser enorme. Nela, vou descrever e comentar sobre as estatísticas mais interessantes de cada uma das perguntas, principalmente respectivas aos 13 clubes grandes do Brasil. Quem preferir visualizar sozinho de maneira mais completa pelo google forms, aqui está o link do censo. Já quem gostaria de comparar com o último censo de 2,5 anos atrás, aqui está ele. Lembre-se que o censo foi separado em 4 categorias. Sinta-se à vontade pra pular pra categoria mais interessante (na minha opinião a 3) se não quiser ou não aguentar ler tudo. As perguntas estão numeradas e na mesma ordem que estavam no censo, então vocês também podem pular pra discussão das perguntas que acham mais interessantes.
Parte 1: Perguntas Demográficas
1) Aonde você nasceu? -- De 2018 pra cá, o subreddit ficou bem mais diversificado com esse quesito. Apesar de São Paulo continuar liderando, proporcionalmente o estado caiu muito. 76 (21%) dos usuários nasceram lá, enquanto que 22 (32%) ano passado. Rio Grande do Sul vem em segundo e Rio de Janeiro em terceiro, com 67 e 55 membros respectivamente (18% e 15%).
Curiosamente, apesar de ter metade da população e um futebol menos tradicional, o Paraná tem mais usuários do que Minas Gerais: 34 vs 25 (9% vs 7%). Outro fato bastante curioso são os estrangeiros. Os 4 portugueses nós já esperávamos, até por causa do Jorge Jesus. Mas além deles, 2 usuários nasceram em outro país da América do Sul, 3 na América do Norte, 2 em outro país da Europa, e 1 na Ásia, pra um total de 12 (3%) usuários que são estrangeiros. A proporção esse ano ficou parecida com a do censo passado, quando 2 (3%) dos usuários nasceram fora do Brasil. Fico muito curioso pra saber da vida desses usuários: se vêm de pais brasileiros ou simplesmente falam português e gostam da cultura e/ou futebol brasileiro.
2) Aonde você mora? -- Ranking muito parecido com o de nascimento, porém claro, com mais usuários morando no exterior do que nascendo lá. 30 (8%) usuários moram no exterior, sendo 13 (43% deles) na América do Norte. Essa proporção foi um pouco menor que os 9% de 2018.
3) Qual é o seu gênero -- 8 (2%) usuários são mulheres, enquanto em 2018 eram 2 (3%). Nenhuma surpresa aqui, quando combinamos duas coisas extremamente masculinas (futebol, e reddit para brasileiros).
4) Qual é sua cor ou raça? -- Similar ao censo do /brasil que agora perdi o link, 275 (75%) dos usuários são brancos, 70 (19%) pardos, 12 (3%) negros, 6 (2%) asiáticos, 2 (1%) árabes e 1 indígena. Tanto aqui quanto no gênero a gente vê que a população do /futebol não é nem um pouco representativa da população brasileira em geral.
5) Qual é sua idade? -- Semelhante ao censo passado, a faixa etária mais comum é 23 a 27 anos com 138 (37%) usuários. Em seguida vem 18 a 22 anos com 114 (31%), 28 a 32 anos com 66 (18%) e menos de 18 anos com 25 (7%). Os 2 (1%) usuários mais velhos têm entre 43 a 47 anos.
6) Qual é o seu grau de escolaridade? -- 159 (43%) usuários atualmente cursam o ensino superior. 77 (21%) têm graduação completa, 33 (9%) estão cursando pós-graduação, e 32 (9%) têm pós-graduação completa. Acho que seria bom ter separado mestrado e doutorado nessa questão. Talvez seja uma ideia interessante pro próximo censo.
7) Se você cursou ou está cursando o Ensino Superior, qual é sua área de formação? -- Dos 307 respondentes, 64 (21%) fazem ou fizeram Engenharia, 58 (19%) ciências sociais ou humanas, 47 (15%) ciência da computação ou similares, 35 (11%) administração e negócios e 34 (11%) direito. Essa é um pergunta complicada de analizar porque muitas pessoas escreveram "Other: xx" quando talvez se encaixava numa das opções dadas.
8) Qual é sua situação no mercado de trabalho? -- 146 (40%) usuários apenas estudam, enquanto 94 (26%) estudam e trabalham, 91 (25%) só trabalham e 34 (9%) estão desempregado.
9) Qual é seu status de relacionamento? -- Confirmando um estereótipo do reddit, 256 (69%) usuários estão solteiros. 79 (21%) em um relacionamento estável, 26 (7%) casados e 7 (2%) noivos. Me pergunto qual as porcentagens pra população brasileira em geral pra essa faixa etária. PS: não leiam as respostas manuais.
10) Há quanto tempo você usa o reddit? -- 89 (24%) usuários usam o reddit há mais de 5 anos, enquanto 69 (19%) usam há entre 1 e 2 anos. Apenas 41 (11%) usam há menos de 1 ano, sendo 17 desses (41% dos 41) há menos de 6 meses.
Parte 2: Futebol Como Passatempo
11) Há quanto tempo você acompanha o /futebol? -- Curiosamente, ao contrário da última pergunta, a maioria dos usuários são novos no pedaço. 133 (36%) entre 1 e 2 anos, 90 (24%) entre 6 meses e 1 ano e 73 (20%) há menos de 6 meses. Apenas 39 (11%) estão aqui há mais de 3 anos.
12) Que tipo de usuário você é? -- Aqui a gente vê algo que já é conhecido no reddit afora. A regra de Pareto, 80% do conteúdo é criado por 20% dos usuários.
228 (62%) usuários lêem as threads e/ou comentários mas raramente fazem o próprio, enquanto que 110 (30%) escrevem comentários mas raramente criam threads. Sobram apenas 30 (8%) que criam threads com certa frequência.
13) Como você descobriu o /futebol? -- Essa foi uma das questões mais surpreendentes pra mim. 207 (56%) usuários descobriram o /futebol no /brasil ou em outro lugar do reddit, enquanto que 148 (40%) simplesmente digitaram futebol no reddit torcendo pra existir. Apenas 7 (2%) vieram aqui por indicação de um amigo, enquanto que só 3 (1%) acharam o /futebol pelo google.
Para os veteranos que lembram do golpe ano passado, imagina se a gente tivesse migrado pro /FutebolBR? Ia perder um monte do fluxo de novos usuários.
14) Quantas partidas você costuma assistir por semana? -- 181 (49%) usuários assistem futebol 1 ou 2 vezes por semana, enquanto que 104 (28%) assistem 3 ou 4 vezes por semana e 33 (9%) assistem entre 1 vez por mês e 1 vez por semana. Apenas 19 (5%) usuários assistem 7 vezes ou mais por semana, enquanto que só 6 (2%) nunca ou quase nunca assistem. Uma ideia pro próximo censo seria separar as opções por 1, 2, 3, etc. invés de "1 ou 2".
15) Como você mais costuma assistir as partidas em casa? -- 159 (43%) costumam assistir por streaming, enquanto que 90 (24%) pelo premiere, 63 (17%) por TV a cabo sem ser premiere e 45 (12%) por TV aberta.
16) Você assistiu a quantas partidas no estádio em 2019? -- 178 (48%) usuários não assistiu nenhuma partida no estádio em 2019, o que eu achei bem curioso. 84 (23%) assistiram a 1 uma 2 partidas e 37 (10%) assistiram a 3 ou 4 partidas. Surpreendemente, 40 (11%) assistiram a 9 ou mais partidas ano passado.
17) Você costuma assistir partidas sem ser nem seu time nem seu rival jogando? -- Essa foi uma pergunta meio confusa que acho que precisa ser reformulada no próximo censo. Só não sei pra o que. Ainda assim, 188 (51%) usuários costumam assistir apenas jogo importante, enquanto que 138 (37%) aceitam assistir qualquer tipo de partida mesmo sem ser importante ou do seu time. 34 (9%) não costumam assistir partidas sem ser nem seu time nem seu rival jogando.
18) Você acompanha as ligas nacionais de quais países? (Selecione todas que acompanhar) -- 321 (87%) acompanham o Brasileirão, 231 (63%) a inglesa, 135 (37%) a espanhola e 100 (27%) a alemã. Apenas 57 (15%) acompanham a liga francesa do Neymar, e só 22 (6%) não acompanha nenhuma liga.
Há algumas diferenças interessantes perante ao censo passado. O Brasileirão caiu por 12% (67 ou 99% dos usuários em 2018) e a francesa caiu por 40% (17 ou 25% dos usuários em 2018), enquanto a alemã aumentou em 69% (11 ou 16% dos usuários em 2018). Interessante também os usuários que acompanham as ligas do Japão, da Austrália e da Nova Zelândia.
19) Você costuma assistir campeonatos estaduais? Se sim, quantos jogos? -- 187 (51%) usuários assistem vários jogos, inclusive contra times menores, enquanto que 118 (32%) assistem apenas jogos importantes e 59 (16%) raramente ou nunca assistem, ou só assistem só a final.
20) Se você acompanha campeonatos estaduais, você acompanha os de quais estados? (Selecione todos que acompanhar) -- Pra surpresa de ninguém, o Paulistão é o estadual mais badalado com 191 (55%) usuários acompanhando. Porém, apesar de termos mais gaúchos do que cariocas, o Campeonato Carioca ganha audiência de 162 (47%) usuários enquanto que o Gauchão apenas 106 (31%). Faz sentido, pois tem muita gente de outros estados que torcem pra times cariocas, e também porque simplesmente é um estadual mais competitivo.
Talvez por motivos parecidos, 49 (14%) usuários acompanham o Campeonato Mineiro enquanto que só 28 (8%) acompanham o Paranaense. Apenas 4 estados, Acre, Alagoas, Piauí e Roraima têm seus estaduais completamente ignorados pelo /futebol. Os resultados são parecidos com 2018, porém na época haviam 10 estados com 0 espectadores.
21) Como você acha que devem mudar os estaduais? (Tente selecionar a opção mais próxima da sua ideia) -- Chegamos à primeira pergunta suculenta e polêmica do censo. Apesar de eu ter pedido pra selecionarem uma das opções, muita gente quis detalhar sua ideia, o que efetivamente vira um voto nulo pro censo. Mas tudo bem.
119 (categoria A, 32%) usuários acham que o formato atual tá bom como tá ou deve apenas ser levemente reduzido, enquanto que 89 (categoria B, 24%) acham que times grandes devem entrar direto no mata-mata e 145 (categoria C, 40%) acham que times grandes devem parar de disputar estaduais.
Algo interessante que já era de se esperar foi a correlação entre a frequência que a pessoa assiste estaduais e sua opinião sobre o atual formato. Dos 159 usuários que assistem vários jogos, 43% tem opinião na categoria A, 16% na B e 41% na C. Dos 127 usuários que assistem apenas jogos importantes e/ou clássicos, 27% pertencem à categoria A, 35% à B e 38% à C. Dos 54 usuários que raramente ou nunca assitem, 29% pertencem à categoria A, 17% na B e 54% na C. Nos números deste parágrafo foram ignorados os usuários que “votaram nulo” no censo.
Apesar de fazer sentido na minha cabeça, não pôde ser visto uma correlação entre o entusiasmo do usuário sobre futebol e sua opinião sobre o formato de estaduais (i.e. usuários que assistem 2 ou menos partidas de futebol por semana vs usuários que assistem 3 ou mais partidas por semana).
22) Enquanto continuar existindo estaduais no formato atual, você acha que clubes grandes deveriam disputar com força máxima ou com reservas/sub-23? -- Semelhante à última pergunta, 179 (49%) usuários querem força máxima em clássicos e decisões e sub-23 nos demais, 150 (41%) querem sub-23 sempre e apenas 33 (9%) querem força máxima sempre.
23) Antes da pandemia, você jogava futebol? -- 202 (55%) usuários não costumavam jogar. Até que faz sentido pela demografia (ou estereótipo) do reddit. 61 (17%) usuários jogavam menos de 1 vez por mês, enquanto 45 (12%) 1 vez por semana. Apenas 8 (2%) jogavam 3 vezes por semana ou mais.
24) Você costuma assistir futebol feminino? -- 249 (68%) usuários não assistem, enquanto que 101 (28%) assistem às vezes e apenas 12 (3%) assistem com certa frequência. Além disso, 4 usuários escreveram "somente olimpiadas ou copa do mundo".
25) Além do futebol, qual outro esporte você costuma assistir? (Selecione todos que assistir) -- Esse foi talvez o meu maior erro no censo. O Ayrton Senna tá se revirando no caixão, tadinho. Eu esqueci de incluir Fórmula 1! Num censo pra brasileiros! O esporte que eu vejo meu vô assistir todo domingo! Esqueci o Tênis tambem mas no Brasil esse é esquecível, azar. Em minha defesa eu ainda dei um google "esportes mais assistidos no brasil", mas só apareceu um monte de artigo sobre os esportes mais praticados.
Anyway, essa pergunta me surpreendeu um monte. O grande líder foi e-sports com 143 (39%) usuários dando audiência. Basquete veio em segundo com 131 (36%) e futebol americano em terceiro com 95 (26%), enquanto que 86 (24%) usuários só assistem futebol. Me surpreendeu também que os esportes que eu achava populares no Brasil, luta e vôlei, só tem 56 (15%) e 46 (13%) usuários assistindo, respectivamente. E o futsal que é o mais parecido com o futebol só tem 28 (8%) espectadores. Curiosamente, temos um usuário que assiste xadrez, um curling e um punhobol. Não me pergunta o que é isso. Also, tivemos 4 usuários que selecionaram tanto um esporte quanto “nenhum, só o futebol.” 🔔🔔 Shame 🔔🔔 Shame 🔔🔔 Shame 🔔🔔.
No próximo censo, além de acrescentar Fórmula 1, acho que seria uma boa ideia separar e-sports em CS, LoL, DotA e FIFA/PES. Não sei se esses são o top 5 ou tem mais.
Parte 3: Futebol Como Paixão
26) Qual é o principal clube pro qual você torce? -- Essa pergunta foi bem interessante. Era óbvio que o Flamengo iria ganhar, por ter a maior torcida e tar em ótima fase. 71 (19%) tem o Flamengo como time principal. Mas a grande surpresa pra mim foi o Grêmio aparecer em segundo com 49 (13%), atropelando o Corinthians com seus 35 (10%). Tu pode pensar “faz sentido porque muita gente coloca o Corinthians como segundo time”, mas não, apenas 1 usuário colocou, enquanto 2 colocaram o Grêmio.
Fora isso, temos Inter e São Paulo empatados com 33 (9%), Palmeiras com 24 (7%) e Vasco com 20 (5%). O Atlético-MG com 15 (4%) tem quase o dobro que o Cruzeiro com 8 (2%). Isso pode ser um sintoma da fase horrível do Cruzeiro.
27) Aproximadamente o quão longe você mora do estádio do seu time? -- Outra surpresa, 114 (31%) usuários moram a mais de 500km do estádio do seu time. Apenas 77 (21%) moram a menos de 10km, enquanto que 60 (16%) moram entre 10km e 30km e 38 (10%) moram entre 30km e 100km.
28) Você se considera torcedor de dois clubes brasileiros? -- E aqui temos outra pergunta polêmica, que quer saber não apenas sim ou não como tambem tua opinião. Nessa, a descrição vai ser longa. Daqui em diante vou chamar os usuários que responderam sim de “bitorcedores.”
Superficialmente, apenas 59 (16%) usuários torcem pra dois clubes. 145 (39%) não mas respeitam, 72 (20%) não e nem tem opinião e 91 (25%) não e acham um absurdo. Mas a gente não vai parar na superfície.
Acho que todos nós esperávamos que o Flamengo seria o clube mais popular entre os bitorcedores. E de fato ele foi. Mas eu esperava que seria por uma diferença muito mais gritante. Apenas 12 dos 56 (21%) bitorcedores torcem pro Flamengo. Em segundo lugar vem o São Paulo com 9 (16%), e em seguida, de maneira surpreendemente, Grêmio e Inter empatados com o Corinthians com 7 torcedores cada (13%). Por outro lado, 2 (4%) bitorcedores torcem pro Santos, e 1 (2%) pra cada um de Cruzeiro e Atlético-MG. Segue a tabela completa mais pra baixo, mas antes disso deixa eu explicar ela melhor.
Comparando a quantidade de bitorcedores com o total de torcedores pra cada clube, vemos que a grande maioria (8 dos 13) tem entre 13% e 19% da sua torcida torcendo pra um segundo clube. A maior proporção foi do Athletico, onde 3 dos 11 (27%) torcedores torcem pra um segundo clube. Já as menores foram do Botafogo (0 dos 5) e Atlético-MG (1 dos 16, 6%). São Paulo tem 9 dos seus 38 (24%) torcedores torcendo pra outro time, enquanto o Santos tem 2 dos 8 (25%). Note que o Flamengo, alvo desse stigma, tem uma proporção normal, considerando que 12 dos seus 71 (16%) torcedores torcem pra um segundo time.
Por último, vemos a proporção de usuários por clube que acha um absurdo torcer pra 2 times. O Atlético-MG foi disparado o clube mais intolerante, onde 11 dos seus 16 (69%) torcedores acham um absurdo uma pessoa ter dois clubes do coração. Já o Athletico tem 5 dos seus 11 (45%) torcedores pensando dessa forma, enquanto o Flamengo tem 7 dos 76 (9%) e o São Paulo 3 dos 38 (8%) achando um absurdo torcer pra dois times. A tabela completa com toda essa informação para os 13 grandes aparece abaixo.
Time X Dos usuários que torcem pra 2 times, o número que torce pro time X Dos usuários que torcem pra 2 times, a % que torce pro time X Dos torcedores do time X, a % que torce pra 2 times Dos torcedores do time X, o número que acha um absurdo Dos torcedores do time X, a % que acha um absurdo Número total de torcedores do time X
Athletico 3 5% 27% 5 45% 11
Atlético-MG 1 2% 6% 11 69% 16
Botafogo 0 0% 0% 0 0% 5
Corinthians 7 13% 19% 8 22% 36
Cruzeiro 1 2% 13% 3 38% 8
Flamengo 12 21% 16% 7 9% 76
Fluminense 2 4% 17% 3 25% 12
Grêmio 7 13% 14% 17 33% 51
Inter 7 13% 19% 12 33% 36
Palmeiras 5 9% 19% 3 12% 26
Santos 2 4% 25% 1 13% 8
São Paulo 9 16% 24% 3 8% 38
Vasco 4 7% 16% 7 28% 25
29) Qual é o segundo clube (aquele que fica geograficamente mais longe de você) pro qual você torce? -- Essa pergunta ficou meio confusa porque usuários organizaram de forma diferente o primeiro e o segundo clube. Não sei como reformular ela no próximo censo. Talvez “qual é o segundo clube (aquele que for “maior”) pro qual você torce”?
De qualquer forma, as estatísticas interessantes já aparecem na última pergunta. Aqui, vemos que 275 (77%) usuários não têm segundo clube, enquanto 5 (1%) torcem pra cada um de Flamengo, Vasco, São Paulo e por incrível que pareça, Paysandu. Curiosamente, 3 (1%) escolheram o Milan.
30) Fora o maior rival, qual clube você mais quer ver perder? -- Outra pergunta suculenta sugerida por algum usuário aqui há muito tempo atrás. Essa também vai ter uma discussão enorme, então botem o cinto gurizada.
Superficialmente, pra surpresa de pouca gente, nós vemos o Flamengo sendo o clube mais desprezado do Brasil, com 96 (26%) usuários querendo vê-los perder. Curiosamente, isso é muito maior do que a quantidade de usuários que apenas querem o mal pro rival (60, 16%) e que não querem o mal pra ninguém (36, 10%). O Corinthians é claro vem em segundo com 60 (16%). Palmeiras tem 38 haters (10%) e São Paulo 14 (4%). Pra minha surpresa, apesar de todas suas falcatruas, Cruzeiro tem apenas 11 (3%) e Fluminense só 8 (2%). Meu tio sempre teve a opinião de que o pessoal fora do RS não gosta do Grêmio por considerar ele um time argentino, mas não vemos isso aqui. 0 usuários escolheram ele, enquanto apenas 2 (um torcedor do Caxias e outro do Grêmio) desprezam o Inter.
Mas podemos ir mais fundo. Primeiramente, tal como ilustrado acima, houve muitos usuários que selecionaram o nome do seu rival invés de selecionar “Apenas quero o mal pro meu rival.” Talvez fosse melhor reformular essa pergunta pra “qual clube de outro estado você mais quer ver perder.” Enfim, pra diminuir esse problema com os dados, eu editei cada usuário que escolheu o nome do seu rival para “apenas quero o mal pro meu rival.” Clubes gaúchos, mineiros e paraenses foram fáceis. Para os cariocas, eu considerei o Flamengo como rival de todos os outros três grandes, enquanto que o Vasco e Fluminense são simultaneamente rivais do Flamengo, mas o Botafogo não. Já em SP, o Corinthians, São Paulo e Palmeiras são simultaneamente rivais um do outro, enquanto o Santos ficou sem rival.
Levando em consideração apenas torcidas de tamanho médio (4 ou mais), sobram 351 usuários. As maiores diferenças são no Palmeiras e São Paulo. O primeiro caiu para 27 (8%) usuários que o desprezam, enquanto que o São Paulo caiu para 4 (1%).
Os clubes que mais desprezam o Flamengo são o Santos (6 dos 8, 75%), Atlético-MG (10 dos 15, 67%), e Palmeiras (14 dos 24, 58%). O único clube com muitos torcedores (10 ou mais) que não quer ver o Flamengo perder mais que todos os outros foi o Inter. 8 dos 31 (26%) colorados desprezam o Flamengo, enquanto que 17 (55%) despreza o Corinthians. Isso faz sentido, porque o Corinthians “roubou” um Brasileirão em 2005 enquanto o Flamengo meteu 5 a 0 no Grêmio ano passado.
Dos clubes com poucos torcedores, Ceará (0 dos 5) e Santos (0 dos 8) são os com mais desgosto no coração (0 torcedores “não querem o mal pra ninguém”), enquanto que Cruzeiro é o mais pacífico (3 dos 7, 43%). Dos clubes com muitos torcedores, Atlético-MG (0 dos 15), Athletico-PR (0 dos 11) e Inter (1 dos 31, 3%) são os com maior antipatia por outros clubes, enquanto que o São Paulo (4 dos 37, 11%) é o mais pacífico.
Segue a tabela completa para quem quiser ver. Para ler a tabela: 20% dos 15 torcedores do Atlético-MG, por exemplo, querem o mal apenas pro seu rival, 7% pra cada um de Corinthians e Fluminense e 67% pro Flamengo.
31) Fora o(s) seu(s) clube(s) do coração, com qual clube você mais simpatiza? -- Uma pergunta um pouco diferente da de dois torcedores. Temos usuários que torcem pra dois times e simpatizam com um terceiro. Temos usuários que torcem só pra um time mas simpatizam com outro. E temos usuários que não simpatizam com nenhum - especificamente, 103 (28%).
Dos times com simpatizantes, pra minha surpresa, a Chape ficou apenas em segundo com 22 (6%) usuários. O time mais simpático do /futebol é o Vasco com 26 (7%). O Bahia fecha o pódio com 19 (5%). Fora isso, podemos ver algumas curiosidades ao analizar mais profundamente.
Dos 86 torcedores da dupla grenal, 3 (3%) deles simpatizam com o arquirival, enquanto que 1 vai mais longe e considera o arquirival seu segundo time. Curiosamente, essa pessoa mora em Porto Alegre ou região (i.e., a menos de 10km do estádio). Nenhum dos 24 Cruzeirenses e Atleticanos torce ou sequer simpatiza com o rival. Nenhum dos 20 Coritibanos e Athleticanos torce ou sequer simpatiza com o rival. Dos 5 torcedores do Botafogo, 1 (20%) simpatiza com o Fluminense, enquanto que dos 76 torcedores do Flamengo, 1 simpatiza com o Botafogo. Curiosamente, 2 (3%) torcedores do Flamengo e 1 dos 25 (4%) torcedores do Vasco desprezam o Botafogo acima de todos os outros. Dos 38 torcedores do São Paulo, 3 (8%) simpatizam com o Santos, enquanto que dos 36 torcedores do Corinthians, 1 (3%) simpatiza com o Santos.
32) Você participa de alguma torcida organizada? -- Gostei dessa pergunta. E até fiquei surpreso com os resultados. Temos 9 (2%) usuários do sub que atualmente participam de uma torcida organizada. Além disso, temos 2 (1%) usuários que já participaram delas. Um falou que parou por “questões de tempo, responsabilidades e etc.” enquanto o outro comentou “acho que são importantes no estádio, mas a estrutura e cultura delas é lamentável” (eu gostaria de ouvir mais sobre isso).
Fora isso, 182 (49%) usuários responderam “não, e sou indiferente,” 93 (25%) “não, mas apoio elas,” 59 (16%) “não, e odeio elas” e 20 (5%) “não, mas tenho amigos que participam.” Dos usuários que escreveram sua propria resposta, um colocou “gosto da festa e não gosto da briga,” outro “não, mas sei que a maioria dos seus integrantes não são bandidos infiltrados,” mais um “não, e acho que as vezes atrapalham o futebol, porém algumas fazem um trabalho fenomenal (Fortaleza),” e por último “não participo, gosto da festa que fazem, mas são problemáticas na questão da violência.”
Parte 4: Futebol Como Profissão
33) Você já tentou seriamente virar jogador de futebol profissional? -- Uma pergunta interessante que eu não tinha muitas esperanças de receber um “sim”, mas ainda assim recebemos. 1 usuário conseguiu enquanto 24 (7%) tentaram mas não conseguiram. Outros 22 (6%) tiveram parentes que conseguiram. 318 (86%) simplesmente nunca tentaram.
Outra coisa interessante foram as respostas manuais. Um usuário escreveu “joguei em categorias de base mas nunca tive ambição,” outro “jogo nas categorias sub 17,” e o meu favorito, “não, mas tive um ex-colega que treinou no Internacional e teve chance de ir para o Real Madrid, mas foi tonto e perdeu a chance porque não quis ficar longe da família.” Imagina se o Messi tivesse pensado dessa forma. Imagina se tivesse alguém com ainda mais talento que o Messi mas que pensou dessa forma e o talento nunca floresceu. Perguntas interessantes.
34) Você já tentou ganhar a vida do futebol sem ser jogador, pelo menos por um tempo? Se sim, como? -- Pergunta parecida com a anterior, porém mais ampla. Ainda assim, não gostei dela. Ela teria que separar “tentei e não consegui” de “tentei e consegui,” e talvez “tentei, consegui, e continuo conseguindo.” Mas não tenho nem ideia qual o melhor jeito de fazer isso.
De qualquer forma, 344 (93%) usuários nunca tentaram. Dos 26 que tentaram, 10 (38%) foram como apostador, 5 (19%) como jornalista, 2 (8%) como técnico, 1 (4%) como dirigente e 1 como narrador. Nenhum usuário selecionou Youtuber da lista, mas um escreveu “além de Youtuber, também planejo ser Técnico ou Preparador.” Além disso, um usuário escreveu que já estagiou em medicina do esporte no Athletico, outro “Quadra de Futebol Society,” mais um “Faltou e-Sports aí na lista,” enquanto outro afirmou ser diretor do Criciúma!
Conclusão
Então é isso. Termina mais um censo do /futebol. Espero que vocês tenham achado interessante. Mas lembrem-se que não dá pra extrapolar muito os dados desse censo, e que a população do /futebol não é nada representativa da população de torcedores brasileiros de futebol. Agora pra sair outro censo acho que talvez só em 2022, então aproveitem esse.
submitted by Malarazz to futebol [link] [comments]


2020.05.05 11:54 ThorDansLaCroix Minha perspectiva em favor a Renda Basica Universal.

Antes de tudo eu quero dizer (aparentemente tenho que dizer) que minhas opiniões, deduções e informacoes nao sao levadas como absolutistas por mim. Caso contrário eu não estaria perdendo tempo apresentando e conversando com pessoas com perspectivas diferentes e divergentes. Dito isso:
Enquanto a maioria dos apoiadores mais eloquente do capitalismo dizem que a Renda Básica é socialismo (ou seja, dizem ser contra), a sociedade sempre emergiu ao protocapitalismo, liberdade, conhecimento, democracia e desenvolvimento quando a riqueza foi distribuída "gratuitamente" à população.
Eu vou citar alguns exemplos que tenho e então vcs me corrigem se tiverem algo para enriquecer o debate.
A China, o maior império asiático no passado, era uma sociedade que desenvolveu grandes tecnologias para sua época, comércio, indústrias, arquitetura e uma de suas principais características era o fato de as pessoas receberem terra (e sementes quando havia desastres naturais). Obviamente o governo saia ganhando pq no lugar de deixar uma pessoa pobre, improdutiva pedindo esmolas na rua e provavelmente cometendo crimes, dando o acesso a terra a pessoa ou família não só passa a ser produtiva para a sociedade mas também paga impostos.
Agora, vamos para a Grécia:
"A maior objeção dos oponentes da Renda Básica Universal é com argumento que as pessoas são intrinsecamente preguiçosas e desonradas. Dizem que quando o dinheiro é distribuído de graça, todos ficam sentados e param de trabalhar até o colapso do sistema. [...] acontece que a Grécia Antiga é um exemplo fantástico do que acontece em uma sociedade que dotou seus membros de abundância e direito. [...]
No mundo pré-moderno de uma típica cidade-estado grega, a terra era o recurso mais importante, a chave para o sustento e a segurança. A maioria das cidades-estados gregas distribuiu terras para a população de maneira a apoiar o maior número possível de famílias independentes e autossustentáveis. A democracia ateniense, que se destacava por seus extensos programas sociais, fornecia subsídios para jogos, teatro e grãos para tornar a vida mais agradável e digna. Essa vida "agradável", no entanto, não gerou um bastião de indivíduos preguiçosos que estavam inclinados a fazer o mínimo possível.
Uma das características mais marcantes da Grécia antiga é o alto nível de ação voluntária e auto-organizada. A típica cidade-estado grega não mantinha um exército ou burocracia profissional. Os cidadãos, além de administrar os assuntos locais em suas aldeias e bairros, também lutaram em batalhas e administraram o governo sem incentivo financeiro ou desespero (o pagamento de subsídios para hoplites e jurados foi introduzido em Atenas apenas para aumentar a participação dos pobres). Em Atenas, onde as pessoas tinham muita liberdade para fazer o que desejavam, a filosofia e as artes floresceram, deixando-nos uma coleção inestimável dos clássicos. De fato, temos boas evidências de um velho em particular que passava muitos dias conversando com amigos e transeuntes, em vez de provar seu valor trabalhando duro e incessantemente em seu trabalho. Caso você queira saber o nome desse "parasita", era Sócrates.
Sob um sistema que reduzia a escassez e a concorrência e aumentava a abundância e o lazer, os gregos não se tornavam apáticos e ambiciosos. Pelo contrário, nenhuma outra pessoa era tão competitiva e gostava de excelência quanto os gregos. A diferença é que, uma vez que não precisavam mais se preocupar com as necessidades básicas, canalizavam a maior parte de sua energia em competições de atletismo, criatividade e serviço público. Essas competições agonísticas de atividades não materiais enriquecem e reúnem a comunidade em vez de estabelecer "perdedores" para punição ".
https://economic-historian.com/2019/04/the-time-for-universal-basic-income-has-come/
Uma coisa que falta na citação acima é a questão da sociedade grega (pelo menos entre as famílias mais ricas) eram os escravos que faziam o trabalho quem não queriam fazer, e esse eh um dos principais motivos dos cidadãos terem tanto tempo sobrando. Mas eu volto a essa questão mais a frente.
Iluminismo e desenvolvimento do capitalismo ocidental.
A principal característica do desenvolvimento da sociedade capitalista após a Idade Média foi a emancipação dos camponeses. Note: onde eles emanciparam primeiro é onde a democracia e o capitalismo se desenvolveram primeiro e mais mais rápido.
E uma das principais características da emancipação dos camponeses na Europa Ocidental era o fato de poderem manter a terra para si onde sua família trabalha há gerações (e pertenciam antes a um proprietário feudal). As terras que antes tinham que ser protegida pelos seus proprietários e que por isso mantinham um exército privado, agora passa a ser protegido pela Nação-estado e seu exército/polícia, permitindo que pequenos e médios agricultores emancipados tivessem suas terras seguras. (Ver Origens do Totalitarismo por Hannah Arendt).
Na Europa Oriental, os camponeses não mantinham a terra para si mesmos e foram emancipados muito mais tarde; assim, a democracia e o capitalismo também se desenvolveram mais tarde e os antigos senhores feudais se tornaram os poderosos políticos no Estado-Nação. (O que eu suponho que tenha algumas semelhanças com o que aconteceu no Brasil).
A era colonial
É muito clara a diferença de desenvolvimento social, político e econômico entre os países onde a terra foi distribuída às famílias (como nos EUA, Austrália e no Canadá), comparado com onde enormes quantidades de terras foram dada a alguns amigos do Rei e ao restante da população (a maioria) eram trabalhadores sem terra própria (como nas colônias espanhola e portuguesa).
Hoje em dia
Regiões na América do Sul, onde houve certa distribuição de terras para a população no passado (especialmente para os pobres), são as regiões onde tendeu um melhor desenvolvimento político, social e econômico.
Adivinhe quais são as principais características de um declínio da sociedade? O que causou o declínio da sociedade grega, chinesa, romana e o que aparentemente está causando as crises sócio-político-econômico de hoje é a concentração de riqueza nas mãos de poucos, sem o acesso da população a tais. Basta olhar para a Idade Média, onde a população teve que trabalhar na terra de poderosos proprietários. Ou hoje nos países pobres e em desenvolvimento em que a maioria da população mal beira a classe média. E mesmo nos países desenvolvidos hoje em que os salários estão estagnados a aproximadamente 40 anos.
Eu falei antes que eu iria voltar a questão da escravidão que estava engrenada na característica social, cultural e econômica da Grécia e Roma. Ao meu ver, da mesma forma que a consolidação da doutrina do trabalho (ver a Ética protestante e o Espírito do Capitalismo de Max Weber) foi uma as coisas mais importante para abolir a escravidão, eu suponho que a automação propicia a abolição da doutrina do trabalho, pq ambos nao tem como se desenvolverem juntos a não ser com pesados subsídios industriais e agrícolas junto com o dumping comercial para manter empregos, como acontece nos países desenvolvidos. Entao pq nao acabar com a doutrina do trabalho e parar de injetar dinheiro a empresas para produzirem além de uma demanda existente, o que faz com que governos tenham que criar demandas artificialmente com mais dinheiro a ser investido em projetos de especulação urbana desnecessária, além de dumping comercial que prejudica imensamente os países mais pobres, e simplesmente coloca esse dinheiro diretamente na mão dos cidadãos, para criar uma demanda real e uma produção real a uma demanda (o que muito provavelmente acabará ou amenizar as bolhas e crises econômicas que vem sendo tão frequente, e os conflitos entre nações para ganhar o mercado um do outro para dumping comercial.
"Fascinante como definimos independência como sendo fazer coisas para outra pessoa por dinheiro. Contanto que possamos encontrar alguém para nos pagar, somos auto-suficientes. Isso é na verdade uma dependência de outras pessoas. Todos dependemos de clientes de alguma forma. Clientes são os verdadeiros criadores de emprego e a Renda Universal os criaria.
Quando você trabalha por conta própria ou é dono de seu próprio negócio, o que vc se importa é os clientes e o que você não liga é a origem do dinheiro deles. Ninguém pergunta se seus clientes "trabalharam" pelo dinheiro antes de aceitá-lo. O que importa é que eles têm dinheiro para serem clientes. " Twitter @scottsatens
Eu penso que as pessoas com uma renda básica vai continuar trabalhando. Seja para ajudar a sua comunidade tal como foi por muito tempo a cultura americana, em que os cidadãos do bairro ajudam a reformar a escola, a igreja, a biblioteca e prezam pelo trabalho voluntário. E mesmo hoje, durante a quarentena, tem pais dando aulas as crianças de seus vizinhos no quintal, como forma de trabalho social voluntário, e essa eh a verdadeira raiz patriótica Americana que muitos brasileiros que batem continência a bandeira Americana não carregam como princípio, pq nos países em que o auto determinismo foi mais limitado à população pela falta de acesso à riqueza (terras), ser servido e não servir passou a ser o simbólico do sucesso.
Mas o que eu quero dizer com tudo isso, é que as pessoas tendo a opção de nao servir e escolher a quem servir, buscando as melhores condições de trabalho e sentido em seu trabalho, que passa a ser não o dinheiro para sobreviver mas sim ao trabalho procreativo social, empresas em geral terão que oferecer as melhores condições ou serão obrigadas a investir em automação o quanto possível. E eu vejo isso como positivo.
Portanto, dar dinheiro de graça, como era a terra no passado, é o que desenvolve uma sociedade com melhor cultura política, economia, melhor participação social e melhor capitalismo.
Eu nao ligo qual sistema econômico vivemos desde que o sistema consiga se adaptar a simbiose social e tecnológica, ao invés de estagnar tal sociedade por falta de capacidade adaptativa. Até mesmo pq todo sistema cai naturalmente quando não se adapta a sociedade que está sempre em constante transformação.
Eu penso que eh por isso mesmo mais e mais pessoas que defendem o capitalismo estão começando a defender a implementação da Renda básica Universal (veja o Andrew Jang por exemplo). Pq sabem que não podemos fingir que ainda estamos no século XX em um sistema estagnado que só causará decadência e colapso social. E penso que muita gente se torna conservadora com medo que tais mudancas levem a outro sistema (ou para ser mais espeficico, com medo e acresitando que mudancas irao levar ao socialismo/comunismo).
Observacao: Como sempre e mais uma vez, estou apresentando a minha perspectiva para obter as observações que possam corrigir ou agregar algo, para melhor entender as coisas e as pessoas. E como sempre eu sei que tem muita gente que ficará ofendida e estressada por discordar de algo. Então antes de responder no impulso emotivo com ad hominem e ofensas, talvez ganhem o conforto emocional do apoio de alguns, mas a mim e a discussão tais atitudes tóxicas apenas servem para empobrecer o ambiente e confirmar o despreparo em lidar com as próprias frustrações.
submitted by ThorDansLaCroix to brasilivre [link] [comments]


2020.05.05 11:38 ThorDansLaCroix Meu ponto de vista em favor a Renda Basica Universal.

Antes de tudo eu quero dizer (aparentemente tenho que dizer) que minhas opiniões, deduções e informacoes nao sao levadas como absolutistas por mim. Caso contrário eu não estaria perdendo tempo apresentando e conversando com pessoas com perspectivas diferentes e divergentes. Dito isso:
Enquanto a maioria dos apoiadores mais eloquente do capitalismo dizem que a Renda Básica é socialismo (ou seja, dizem ser contra), a sociedade sempre emergiu ao protocapitalismo, liberdade, conhecimento, democracia e desenvolvimento quando a riqueza foi distribuída "gratuitamente" à população.
Eu vou citar alguns exemplos que tenho e então vcs me corrigem se tiverem algo para enriquecer o debate.
A China, o maior império asiático no passado, era uma sociedade que desenvolveu grandes tecnologias para sua época, comércio, indústrias, arquitetura e uma de suas principais características era o fato de as pessoas receberem terra (e sementes quando havia desastres naturais). Obviamente o governo saia ganhando pq no lugar de deixar uma pessoa pobre, improdutiva pedindo esmolas na rua e provavelmente cometendo crimes, dando o acesso a terra a pessoa ou família não só passa a ser produtiva para a sociedade mas também paga impostos.
Agora, vamos para a Grécia:
"A maior objeção dos oponentes da Renda Básica Universal é com argumento que as pessoas são intrinsecamente preguiçosas e desonradas. Dizem que quando o dinheiro é distribuído de graça, todos ficam sentados e param de trabalhar até o colapso do sistema. [...] acontece que a Grécia Antiga é um exemplo fantástico do que acontece em uma sociedade que dotou seus membros de abundância e direito. [...]
No mundo pré-moderno de uma típica cidade-estado grega, a terra era o recurso mais importante, a chave para o sustento e a segurança. A maioria das cidades-estados gregas distribuiu terras para a população de maneira a apoiar o maior número possível de famílias independentes e autossustentáveis. A democracia ateniense, que se destacava por seus extensos programas sociais, fornecia subsídios para jogos, teatro e grãos para tornar a vida mais agradável e digna. Essa vida "agradável", no entanto, não gerou um bastião de indivíduos preguiçosos que estavam inclinados a fazer o mínimo possível.
Uma das características mais marcantes da Grécia antiga é o alto nível de ação voluntária e auto-organizada. A típica cidade-estado grega não mantinha um exército ou burocracia profissional. Os cidadãos, além de administrar os assuntos locais em suas aldeias e bairros, também lutaram em batalhas e administraram o governo sem incentivo financeiro ou desespero (o pagamento de subsídios para hoplites e jurados foi introduzido em Atenas apenas para aumentar a participação dos pobres). Em Atenas, onde as pessoas tinham muita liberdade para fazer o que desejavam, a filosofia e as artes floresceram, deixando-nos uma coleção inestimável dos clássicos. De fato, temos boas evidências de um velho em particular que passava muitos dias conversando com amigos e transeuntes, em vez de provar seu valor trabalhando duro e incessantemente em seu trabalho. Caso você queira saber o nome desse "parasita", era Sócrates.
Sob um sistema que reduzia a escassez e a concorrência e aumentava a abundância e o lazer, os gregos não se tornavam apáticos e ambiciosos. Pelo contrário, nenhuma outra pessoa era tão competitiva e gostava de excelência quanto os gregos. A diferença é que, uma vez que não precisavam mais se preocupar com as necessidades básicas, canalizavam a maior parte de sua energia em competições de atletismo, criatividade e serviço público. Essas competições agonísticas de atividades não materiais enriquecem e reúnem a comunidade em vez de estabelecer "perdedores" para punição ".
https://economic-historian.com/2019/04/the-time-for-universal-basic-income-has-come/
Uma coisa que falta na citação acima é a questão da sociedade grega (pelo menos entre as famílias mais ricas) eram os escravos que faziam o trabalho quem não queriam fazer, e esse eh um dos principais motivos dos cidadãos terem tanto tempo sobrando. Mas eu volto a essa questão mais a frente.
Iluminismo e desenvolvimento do capitalismo ocidental.
A principal característica do desenvolvimento da sociedade capitalista após a Idade Média foi a emancipação dos camponeses. Note: onde eles emanciparam primeiro é onde a democracia e o capitalismo se desenvolveram primeiro e mais mais rápido.
E uma das principais características da emancipação dos camponeses na Europa Ocidental era o fato de poderem manter a terra para si onde sua família trabalha há gerações (e pertenciam antes a um proprietário feudal). As terras que antes tinham que ser protegida pelos seus proprietários e que por isso mantinham um exército privado, agora passa a ser protegido pela Nação-estado e seu exército/polícia, permitindo que pequenos e médios agricultores emancipados tivessem suas terras seguras. (Ver Origens do Totalitarismo por Hannah Arendt).
Na Europa Oriental, os camponeses não mantinham a terra para si mesmos e foram emancipados muito mais tarde; assim, a democracia e o capitalismo também se desenvolveram mais tarde e os antigos senhores feudais se tornaram os poderosos políticos no Estado-Nação. (O que eu suponho que tenha algumas semelhanças com o que aconteceu no Brasil).
A era colonial
É muito clara a diferença de desenvolvimento social, político e econômico entre os países onde a terra foi distribuída às famílias (como nos EUA, Austrália e no Canadá), comparado com onde enormes quantidades de terras foram dada a alguns amigos do Rei e ao restante da população (a maioria) eram trabalhadores sem terra própria (como nas colônias espanhola e portuguesa).
Hoje em dia
Regiões na América do Sul, onde houve certa distribuição de terras para a população no passado (especialmente para os pobres), são as regiões onde tendeu um melhor desenvolvimento político, social e econômico.
Adivinhe quais são as principais características de um declínio da sociedade? O que causou o declínio da sociedade grega, chinesa, romana e o que aparentemente está causando as crises sócio-político-econômico de hoje é a concentração de riqueza nas mãos de poucos, sem o acesso da população a tais. Basta olhar para a Idade Média, onde a população teve que trabalhar na terra de poderosos proprietários. Ou hoje nos países pobres e em desenvolvimento em que a maioria da população mal beira a classe média. E mesmo nos países desenvolvidos hoje em que os salários estão estagnados a aproximadamente 40 anos.
Eu falei antes que eu iria voltar a questão da escravidão que estava engrenada na característica social, cultural e econômica da Grécia e Roma. Ao meu ver, da mesma forma que a consolidação da doutrina do trabalho (ver a Ética protestante e o Espírito do Capitalismo de Max Weber) foi uma as coisas mais importante para abolir a escravidão, eu suponho que a automação propicia a abolição da doutrina do trabalho, pq ambos nao tem como se desenvolverem juntos a não ser com pesados subsídios industriais e agrícolas junto com o dumping comercial para manter empregos, como acontece nos países desenvolvidos. Entao pq nao acabar com a doutrina do trabalho e parar de injetar dinheiro a empresas para produzirem além de uma demanda existente, o que faz com que governos tenham que criar demandas artificialmente com mais dinheiro a ser investido em projetos de especulação urbana desnecessária, além de dumping comercial que prejudica imensamente os países mais pobres, e simplesmente coloca esse dinheiro diretamente na mão dos cidadãos, para criar uma demanda real e uma produção real a uma demanda (o que muito provavelmente acabará ou amenizar as bolhas e crises econômicas que vem sendo tão frequente, e os conflitos entre nações para ganhar o mercado um do outro para dumping comercial.
"Fascinante como definimos independência como sendo fazer coisas para outra pessoa por dinheiro. Contanto que possamos encontrar alguém para nos pagar, somos auto-suficientes. Isso é na verdade uma dependência de outras pessoas. Todos dependemos de clientes de alguma forma. Clientes são os verdadeiros criadores de emprego e a Renda Universal os criaria.
Quando você trabalha por conta própria ou é dono de seu próprio negócio, o que vc se importa é os clientes e o que você não liga é a origem do dinheiro deles. Ninguém pergunta se seus clientes "trabalharam" pelo dinheiro antes de aceitá-lo. O que importa é que eles têm dinheiro para serem clientes. " Twitter @scottsatens
Eu penso que as pessoas com uma renda básica vai continuar trabalhando. Seja para ajudar a sua comunidade tal como foi por muito tempo a cultura americana, em que os cidadãos do bairro ajudam a reformar a escola, a igreja, a biblioteca e prezam pelo trabalho voluntário. E mesmo hoje, durante a quarentena, tem pais dando aulas as crianças de seus vizinhos no quintal, como forma de trabalho social voluntário, e essa eh a verdadeira raiz patriótica Americana que muitos brasileiros que batem continência a bandeira Americana não carregam como princípio, pq nos países em que o auto determinismo foi mais limitado à população pela falta de acesso à riqueza (terras), ser servido e não servir passou a ser o simbólico do sucesso.
Mas o que eu quero dizer com tudo isso, é que as pessoas tendo a opção de nao servir e escolher a quem servir, buscando as melhores condições de trabalho e sentido em seu trabalho, que passa a ser não o dinheiro para sobreviver mas sim ao trabalho procreativo social, empresas em geral terão que oferecer as melhores condições ou serão obrigadas a investir em automação o quanto possível. E eu vejo isso como positivo.
Portanto, dar dinheiro de graça, como era a terra no passado, é o que desenvolve uma sociedade com melhor cultura política, economia, melhor participação social e melhor capitalismo.
Eu nao ligo qual sistema econômico vivemos desde que o sistema consiga se adaptar a simbiose social e tecnológica, ao invés de estagnar tal sociedade por falta de capacidade adaptativa. Até mesmo pq todo sistema cai naturalmente quando não se adapta a sociedade que está sempre em constante transformação.
Eu penso que eh por isso mesmo mais e mais pessoas que defendem o capitalismo estão começando a defender a implementação da Renda básica Universal (veja o Andrew Jang por exemplo). Pq sabem que não podemos fingir que ainda estamos no século XX em um sistema estagnado que só causará decadência e colapso social. E penso que muita gente se torna conservadora com medo que tais mudancas levem a outro sistema (ou para ser mais espeficico, com medo e acresitando que mudancas irao levar ao socialismo/comunismo).
Observacao: Como sempre e mais uma vez, estou apresentando a minha perspectiva para obter as observações que possam corrigir ou agregar algo, para melhor entender as coisas e as pessoas. E como sempre eu sei que tem muita gente que ficará ofendida e estressada por discordar de algo. Então antes de responder no impulso emotivo com ad hominem e ofensas, talvez ganhem o conforto emocional do apoio de alguns, mas a mim e a discussão tais atitudes tóxicas apenas servem para empobrecer o ambiente e confirmar o despreparo em lidar com as próprias frustrações.
submitted by ThorDansLaCroix to brasil [link] [comments]


2020.01.13 12:30 AntonioMachado [2012] Oliver James - Como desenvolver a inteligência emocional

submitted by AntonioMachado to investigate_this [link] [comments]


2019.10.01 13:27 fidjudisomada Estatísticas dos últimos 30 dias do /r/Benfica (Setembro '19)

Period: 29.78 days
Submissions Comments
Total 142 2071
Rate (per day) 4.77 67.59
Unique Redditors 42 349
Combined Score 3127 7372

Top Submitters' Top Submissions

  1. 1014 points, 75 submissions: fidjudisomada
    1. Acreditar em si mesmo, a vontade de vencer (76 points, 26 comments)
    2. Profundidade do plantel 19/20 após o fecho da janela de transferências de verão (64 points, 14 comments)
    3. Golo de Seferović (Moreirense FC 1-[2] SL Benfica, Primeira Liga 2019/20, #6) (62 points, 8 comments)
    4. Odysseas: "Estou muito feliz e orgulhoso por jogar no Benfica. Conquistar o título na época passada foi algo muito bom. É algo que queremos repetir todos os anos" (53 points, 5 comments)
    5. [Geração Seixal] Bernardo Silva faz o 1.º hat-trick da sua carreira sénior (49 points, 7 comments)
    6. Supertaça histórica com golo genial! A equipa profissional feminina de futebol do Benfica levou a melhor sobre o Braga na luta pelo primeiro troféu da época 2019/20. (45 points, 1 comment)
    7. [Futebol Feminino] Estreia no escalão máximo: SL Benfica 24-0 GDC A-dos-Francos (39 points, 3 comments)
    8. Golo de Vinícius (SL Benfica [1]-0 Vitória FC, Primeira Liga 2019/20, #7) (38 points, 3 comments)
    9. Golo de Pizzi (SL Benfica [2]-0 Gil Vicente FC, Primeira Liga 2019/20, #5) (35 points, 1 comment)
    10. 13.º aniversário do Benfica Futebol Campus. A menina dos olhos de Luís Filipe Vieira está de parabéns, mais crescida e continua a crescer. É aqui o coração do Benfica! (30 points, 19 comments)
  2. 516 points, 5 submissions: cultodaostra
    1. Enorme Lage (195 points, 9 comments)
    2. Há jogadores que nunca deveriam ter saído do Benfica como sairam (115 points, 13 comments)
    3. e um updatezinho na relva? 11set19 (78 points, 19 comments)
    4. Apenas um cântico (74 points, 9 comments)
    5. O relvado para a taça da liga mais logo (54 points, 12 comments)
  3. 267 points, 8 submissions: JoaoTS
    1. Um onze de "Bargains" dos últimos 10 anos( Relação Preço/Rendimento) (89 points, 24 comments)
    2. A BOLA - Lage puxa Zivkovic para o ataque (Benfica) (50 points, 6 comments)
    3. Uma apreciação dos Últimos 10 anos (47 points, 7 comments)
    4. Quando é o Félix assinou contrato com a EA? (26 points, 9 comments)
    5. Um onze de "Flops" dos últimos 10 anos( Relação Preço/Rendimento) (22 points, 32 comments)
    6. RB Leipzig's Tactical Mastermind Julian Nagelsman - Powered By Tifo Football (21 points, 3 comments)
    7. SL Benfica · FIFA 20 Ultimate Team Players & Ratings · Futhead (8 points, 5 comments)
    8. SL Benfica-Pes 2020 (4 points, 3 comments)
  4. 163 points, 1 submission: surubutna
    1. Tua beleza real, dá-te um valor tão profundo (163 points, 7 comments)
  5. 152 points, 3 submissions: joaorsilva
    1. Uma dedicatória especial (102 points, 5 comments)
    2. João Tomás oferece camisola especial ao Museu Benfica – Cosme Damião (42 points, 1 comment)
    3. SAD não vai a julgamento no caso E-Toupeira (8 points, 3 comments)
  6. 137 points, 1 submission: meneses_pt
    1. O presidente da Indonésia parece o Bruno Lage asiático (137 points, 6 comments)
  7. 115 points, 4 submissions: aiaisamurai
    1. O único problema do André Almeida é ter cara de parvo (92 points, 56 comments)
    2. Análise a Taraabt no Canal 11 por Jesualdo Ferreira e Pedro Bouças (15 points, 2 comments)
    3. Análise goalpoint ao Benfica - Leipzig (5 points, 3 comments)
    4. Vejam o primeiro golo do Vinicius neste vídeo, parecido com o de ontem. (3 points, 0 comments)
  8. 75 points, 1 submission: C4nha
    1. Foto do Benfica-Guimarães para a taça, primeiro jogo que fui ver (75 points, 0 comments)
  9. 75 points, 1 submission: MatchDaay
    1. Adel Taarabt The streets won’t forget Baller (75 points, 7 comments)
  10. 72 points, 1 submission: joaomiguel26
    1. Update do relvado, de bem pertinho! (12/9/2019) (72 points, 2 comments)

Top Commenters

  1. omegaxLoL (534 points, 105 comments)
  2. zefo_dias (304 points, 64 comments)
  3. Kipzy (231 points, 64 comments)
  4. aiaisamurai (220 points, 72 comments)
  5. Kn0ck0uTPT (196 points, 27 comments)
  6. Singast (180 points, 38 comments)
  7. TaoRS (166 points, 43 comments)
  8. gonmendonca (143 points, 23 comments)
  9. SuperSpaghetto (136 points, 47 comments)
  10. 1904cachinho (119 points, 35 comments)

Top Submissions

  1. Enorme Lage by cultodaostra (195 points, 9 comments)
  2. Tua beleza real, dá-te um valor tão profundo by surubutna (163 points, 7 comments)
  3. O presidente da Indonésia parece o Bruno Lage asiático by meneses_pt (137 points, 6 comments)
  4. Há jogadores que nunca deveriam ter saído do Benfica como sairam by cultodaostra (115 points, 13 comments)
  5. Uma dedicatória especial by joaorsilva (102 points, 5 comments)
  6. O único problema do André Almeida é ter cara de parvo by aiaisamurai (92 points, 56 comments)
  7. Um onze de "Bargains" dos últimos 10 anos( Relação Preço/Rendimento) by JoaoTS (89 points, 24 comments)
  8. e um updatezinho na relva? 11set19 by cultodaostra (78 points, 19 comments)
  9. Acreditar em si mesmo, a vontade de vencer by fidjudisomada (76 points, 26 comments)
  10. Adel Taarabt The streets won’t forget Baller by MatchDaay (75 points, 7 comments)

Top Comments

  1. 49 points: Kn0ck0uTPT's comment in [Post-Match Thread] UEFA CL 2019/20, #1: SL Benfica 1-2 RB Leipzig
  2. 44 points: joaorsilva's comment in Uma dedicatória especial
  3. 40 points: TrueGlorian's comment in [Post-Match Thread] UEFA CL 2019/20, #1: SL Benfica 1-2 RB Leipzig
  4. 37 points: nosfaratu's comment in Enorme Lage
  5. 35 points: Kipzy's comment in [Post-Match Thread] Taça da Liga 2019/20, #1: SL Benfica 0-0 Vitória SC
  6. 33 points: 1guyfromportugal's comment in O presidente da Indonésia parece o Bruno Lage asiático
  7. 28 points: Kipzy's comment in [Post-Match Thread] Primeira Liga 2019/20, #7: SL Benfica 1-0 Vitória FC
  8. 27 points: aiaisamurai's comment in [Post-Match Thread] UEFA CL 2019/20, #1: SL Benfica 1-2 RB Leipzig
  9. 27 points: filipec2's comment in O único problema do André Almeida é ter cara de parvo
  10. 26 points: zefo_dias's comment in Luís Filipe Vieira vai estar no Jornal das 8 da TVI e na 21.ª Hora da TVI 24 esta terça-feira
Generated with BBoe's Subreddit Stats
submitted by fidjudisomada to benfica [link] [comments]


2018.01.21 23:11 LibaSon Proezas

O sistema de verificar se o player possui uma proeza foi corrigido. O ranking está sendo refeito e contará proezas como principal critério. Por enquanto todos os players possuem 0 proezas no ranking, mesmo que suas proezas estejam salvas. Essa passagem pro ranking será feita manualmente.
Aqui está uma lista das proezas e como conseguir:
As proezas sem descrição necessitam do UCP e portanto não estão funcionando atualmente.
01: Hattrick: Matar as 4 primeiras pessoas em um mini game sem respawn com 4 armas distintas.
02: Faca na caveira: Matar com a faca
03: Punho pesado: Matar no soco.
04: Efeito dominó: Vencer um derby em menos de 60 segundos.
05: Homem bomba: Matar com explosão em algum mini game diferente de Battlefield, Volei Bomba, e Submersos.
06: Ataque relâmpago: Matar em menos de 30 segundos de mini game em mini game sem respawn.
07: O Herói: Desarmar as duas bombas e acionar o alerta no mini game Takedown(PS: Mini game desativado, breve receberá mudanças).
08: Estraga prazeres: Matar 5 pessoas cumprindo o objetivo(PS: Será alterado para 2, mas faltando 2 segundos ou menos).
09: Caça zumbis
10: Vitória pacífica: No mini game Dust 2, cumprir o objetivo matar alguem(PS: Será adicionada em mais mini games).
11: Serrar ossos: Matar com a serra elétrica
12: Dança da imolação
13: Álcool mata: Matar 10 estando bêbado.
14: Nunca me pegarão!: Levar o bagulho 3 vezes no mini game O Bagulho ou 3 carnes no mini game No Limite(PS: mini games desativados)
15: Transportador: Transportar 4 carros no mini game A Concorrência(PS: Valor será alterado para 3 pois a duração do mg diminuiu).
16: Nada pessoal: Matar o mesmo player 10 vezes em um único mini game.
17: Ejetando o inimigo: Matar 3 motoristas de veículo em um mesmo mini game.
18: Fatality: Matar o último sobrevivente no soco.
19: Crime e castigo: Mate alguém que te matou como vingança 5 vezes.
20: Pescador
21: Discrição
22: Franco atirador
23: Nitro é para fraos
24: Duro na queda
25: Duro de matar: Matar 5 inimigos sem morrer.
26: Em volta da fogueira: Matar 5 pessoas sem sair de um raio de 6 metros.
27: Incendiário: Matar queimado.
28: Expert
29: Dinastia
30: Hardcore
31: Olhe pra cima!
32: Morto também mata: Matar após ser morto 5 vezes em um mesmo mini game. (PS: Como os mini games diminuíram o tempo de duração e com a nova sincronização do samp melhor vai ser diminuído este valor).
33: Veterano
34: Assassino nato
35: Fominha: Mate metade ou mais do time adversário em mini game sem respawn. Mas no mínimo 5.
36: Recordista
37: Virando o jogo: Em um TDM sem respawn, venca sozinho após sobrar contra 3 adversários ou mais.
38: Missão impossível
39: Perito
40: Estripador: Matar um chefe na faca.
41: Mestre da aviação: Levar o avião ao seu destino sem dano no mini game Força Aerea.
42: Por um fio
43: Tropa de elite
44: Carmagedon: Matar atropelado.
45: Liquidificador: Matar com a hélice.
46: Friendship: Realizar alguma animação após matar alguém 7 vezes.
47: Cineasta
48: Rei do deserto: Entrar no podium no mg Rally com o veículo Bandito.
49: Cão de briga: Matar 5 no mini game Hooligans
50: Atirador de elite asiático: Matar 1 inimigo a mais de 70 metros de distância.
51: Cambio invertido: Vencer o mini game Sky Drag de ré.
52: Death Racer: Vencer o mini game Death Race 2 sozinho(s) (PS: A vida dos carros será diminuída)
53: O nerd da quadrilha: Hackear os 3 computadores no mini game Foras da Lei 2.
54: Mereço promoção: Matar 3 inimigos roubando veículo no mini game A Concorrência.
55: Não é mole
56: Herói Americano: Dominar as 3 bandeiras no mini game Berlin(PS: mini game desativado)
57: Mantenha o foco: Mate 50 chefes dos mini games BP BS e Foras da Lei 1.
58: Tirando onda
59: Mata-frangos: Matar 4 no mini game Frango Atirador.
60: Gerador de empregos: Matar 4 no mini game A Fábrica
61: Pegando a galinha: Matar quem está fugindo para completar o objetivo 5 vezes nos mini games Sabotagem, BlackJack e Tortuga.
62: Profissional da 9mm
63: Profissional da Desert
64: Profissional da MP5
65: Profissional da M4
66: Profissional da Sniper
67: Profissional da Combat Shotgun
68: Profissional da Shotgun
69: Profissional da Tec-9
70: Profissional da Sawn Off Shotgun
71: Profissional da SD Pistol
72: Ninja obstinado
73: Virando a mesa: No mini game damas, vença a partida após estar enfrentando 3 oponentes sozinho.
74: O escolhido: Matar a metade ou mais do outro time no mini game Matrix.
75: Mestre KungFu
76: Sniper também rusha
77: Marmelada: Estar em último em algum momento de uma corrida mas chegar em primeiro.
78: Bomberman
79: Extintor humano: Matar 10 policiais queimando a plantação.
80: Dominador: Fazer 200 pontos no mini game O Território(PS: mini game desativado).
81: Indiana Jones: Vencer o mini game Indiana Jones sem morrer(PS: Verificar se funciona).
82: Mestre da esquiva: Matar 4 no mini game Snipers sem levar dano.
83: Goku é você?: Matar 5 players com a Genki Dama.
84: Macaco urbano: Vencer o mini game Parkour sem utilizar o trem.
85: Sargento Cross: Vencer o mini game Most Wanted como policial após ter sobrado sozinho contra 3 corredores(PS: será alterada para funcionar no mini game Hot Pursuit).
86: Naufrago
87: Top gun
88: Até a última gota: Vencer o mini game Top Gear sem abastecer(PS: será reajustado os combustíveis)
89: Rei da selva
90: O mais procurado: Vencer o mini game Most Wanted como corredor após ter sobrado sozinho contra 3 policiais(PS: será alterada para funcionar no mini game Hot Pursuit).
91: Rato treinado
92: Picasso do paintball: Fazer 25 pontos no mini game Paintball
93: Cavaleiro Jedi: Matar a metade ou mais do outro time no mini game Star Wars.
94: Like a boss
95: O médico: Curar 10 pessoas até chegar a 100 de vida.
96: Apressadinho: Entrar em menos de 20 segundos dentro da mansão no mini game BP.
97: Magneto: Ser puxado pelo imã 5 vezes no mini game Construction Derby(PS: mini game desativado).
98: Duque também é piloto
99: Pegue-me se for capaz
100: Pica das galaxias
submitted by LibaSon to brazucas [link] [comments]